quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

- - - - - - - - - - - - 70% dos partos em Manaus são de MÃES SOLTEIRAS - - - - - - - - - - - - - - -



'  PARTOS DE MÃES SOLTEIRAS NO BRASIL  '
Tirando a média, de um estado, para o outro........  metade dos partos no Brasil é de mãe solteira !!!


Estamos falando de crianças que vêm ao mundo sem uma estrutura familiar devida, sem um pai para contribuir não só com a renda familiar, mas principalmente com a educação dos filhos, impondo limites, representando a Lei dentro de casa.


1º lugar- Manaus  -  70%  dos partos são de mães solteiras

2º lugar - Rio de Janeiro  -  61,6%  dos partos são de mães solteiras.

12º lugar - São Paulo  -  41,2 %  dos partos são de mães solteiras  


----------------



Rio é a segunda capital do país com a maior proporção de mães solteiras quando nascem os bebês.


POR ANCELMO GOIS
Mãe solteira
O Rio é a segunda capital do país com a maior população de mães solteiras no momento do nascimento dos bebês: 61,6%, segundo estudo da FGV/DAPP. Só Manaus tem percentual maior: 70,1%. São Paulo aparece em 12º lugar, com 41,2%.
O estudo, coordenado pelo diretor Marco Aurelio Ruediger, foi feito com base em dados do DataSUS.

Segue...
O Rio também é a capital do Sudeste com o maior número de crianças nascidas de mães com menos de 20 anos (16,29%), e que estudaram por menos de oito anos (19,16%).


Mãe amamenta criança












BRASIL

Em um país, aonde até os juízes são assassinados, Dênia Passos tornou-se a única pessoa, que denuncia as maiores e mais poderosas autoridades, e não é "processada" e nem "assassinada". 



O 'Caso Felipe' é o maior escândalo político-social  da história do Brasil.


O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva é acusado de ser o mandante das "03 tentativas de assassinato" do menino Felipe da Silva Ferreira Gomes, por motivo político, quando este tinha apenas 10 anos de idade.

Felipe tinha sido  'apadrinhado' por Dênia Passos, que completamente apaixonada por aquele menino  'encantadoramente-danado', resolveu adotá-lo. Dando início ao 'Caso Felipe'.

Após conhecer Felipe, Dênia Passos escreveu um projeto de lei e em homenagem ao afilhado.






Projeto de Lei Menino Rei


" Em sua ingenuidade  Dênia Passos acreditou que se o seu projeto de "Lei Menino Rei", agradasse um Governador, poderia receber uma casa e até um dinheiro para montar sua fábrica artesanal de doces e geléias, com a qual poderia adotar e sustentar Felipe "

Enviou primeiramente para o Governador do Ceará, Cid Gomes, aonde vivia na época. Passou a ser 'perseguida'. Não conseguia mais emprego, sua casa passou a ser invadida na sua ausência e até 'intimidada nas ruas por policiais armados'.

Retornou ao Rio de Janeiro, e enviou ao governador Sérgio Cabral, acreditando que 'um governador do sudeste seria civilizado'. O resultado foi, entretanto, foi ainda pior, podendo este ser lido nas demais 'páginas' do blog.

"ligação" entre o governador Cid Gomes e o governador Sérgio Cabral é o LULA, com o qual ambos têm aliança política.

O ex-presidente Lula, considerou o projeto de Lei Menino Rei, "um perigo para o Bolsa Família", com o qual o PT  "conquistou e mantêm" o poder político do Brasil.  Para acabar com o problema,Lula ordenou o "assassinato de Felipe", uma vez que Dênia Passos havia sido persuadida e se recusado a desistir da adoção.




Dênia Passos  denunciou o caso a UNICEF ONU.
 Desde então divulga o caso a sociedade.





O "Caso Felipe" é de conhecimento da:

1 - ONU
2 - UNICEF
3 - 50 embaixadas (em Brasília)
4 - quase 400 jornais internacionais
5 - jornais e TVs nacionais
6 - Associações de moradores
7 - Forças Armadas ( Aeronáutica-Exército-Marinha)
8 - Militares (Polícia civil/militar e guarda municipal)
9 -Religiosos (católicos-evangélicos-kardecistas)
10 - Universidades Federais (professores, estudantes e funcionários)
11 - Escolas de samba do Rio de Janeiro
12-  Particulares em geral




---------------------



1º - Projeto de Lei "Menino Rei" 

Após ter conhecido o Felipe e tomar conhecimento de como é a vida de um menino de rua e sua origem, desenvolvi um projeto de lei, que tenciono apresentar ao Congresso Nacional, como projeto de lei de iniciativa popular.

O meu projeto de lei chamaria: Lei Menino Rei, em homenagem ao meu amado afilhado Felipe.
  
A origem dos meninos de rua é sempre da classe miserável. As mulheres têm filhos ainda muito jovem e quase sempre no mínimo 05 filhos. Quanto mais pobre, mais filhos elas têm.  


A Lei Menino Rei seria para quebrar essa corrente viciosa e mudar a mentalidade da classe de renda baixa, sem no entanto dar um tom de preconceito à essa classe.

 
A Lei Menino Rei seria semelhante ao Bolsa Família, com a diferença de que seria um incentivo à maternidade à partir dos 25 anos de idade.  Sendo assim, toda mulher ou homem que se tornassem pais à partir dos 25 anos e precisassem de ajudar do governo,  ganhariam uma ajuda maior do que é hoje a Bolsa Família. Seria uma espécie de Bolsa Família II.
 

As mães da classe média têm filhos à partir dessa idade e a Lei Menino Rei, igualaria  em controle de natalidade a classe média e baixa. Isso não só, erradicaria os meninos de rua do Brasil, como refletiria diretamente em toda estrutura social de nosso país. Com a diminuição da miséria, diminuiria consequentemente a criminalidade, sem contar na regressão das favelas. Penitenciárias e hospitais superlotados de gente miserável, teriam no mais tardar em 10 anos uma imagem totalmente diferente.

Com a queda de taxa natalidade da classe baixa, seria possível implantar o sistema ensino público em horário integral, erradicando consequentimente o trabalho infantil, minimizando a prostituição infanto-juvenil, criando assim, uma nova geração de brasileiros. O Brasil estaria dessa forma caminhando em passos largos em direção ao 1° mundo.


 


O meu projeto é o seguinte:

 
Toda mulher que precisasse da ajuda do governo ou que ficasse desempregada e ganhasse 1 salário mínino teria o seguinte direito assegurado por lei:  

Para o 1º filho nascido à partir dos 25 anos da mãe - 20% de 1 salário mínimo 
Para o 2º filho nascido à partir dos 25 anos da mãe - 15% de 1 salário mínimo (p/ cada)
Para o 3º filho nascido à partir dos 25 anos da mãe - 10% de 1 salário mínimo  (p/ cada)


Dessa forma, a mulher que tivesse apenas 01 filho ganharia, caso necessário, 20% de 1 salário mínimo, se ela tivesse 02 filhos, passaria à ganhar  somente 30% de 1 salário mínimo e se tivesse 03 filhos, ganharia também 30% de 1 salário mínimo e isso  já não seria interessante, fazendo  com que muitas delas optasse por ter somente 02 filhos.

O importante  de  expandir essa lei  para os desempregados que ganham  até 1 salário mínimo é fazer com que toda a classe pobre regrida  forma natural. Uma vez que a população passará à pensar na possibilidade de ficar desempregada e precisar de salário desemprego e começará à evitar filhos, para conseguir mais benefícios.

Logicamente essa Lei só não terá uma conotação de preconceito aos pobres, se tiver relacionada à uma história verídica de tragédia e sofrimento, como o 'Caso Felipe'.





2º - Projeto do Cadastro Nacional de Nascimento


O Cadastro Nacional de Nascimento tem como objetivo dar suporte ao projeto de Lei Menino Rei. Ou seja, uma vez que todas as crianças e mães do Brasil forem cadastradas, "seria possível saber exatamente" quantos anos a mulher tinha, quando nasceu seu 1º filho.

O Cadastro Nacional de Nascimento já seria feito, automaticamente, no momento do registro de nascimento, no cartório.


As crianças só poderiam fazer a inscrição escolar, com a apresentação do Cadastro Nacional de Nascimento. As que não tiverem, a própria escola faria no momento da inscrição escolar.

Cadastro Nacional de Nascimento funcionaria com RG e CPF. Basta colocar o nome no computador e saberia imediatamente, quem é filho de quem. E, quem é mãe de quem. Quantos filhos cada mulher tem, quantos anos ela tinha, quando os filhos nasceram.

E, para receber o benefício financeiro BOLSA FAMÍLIA II, a mulher teria que apresentar o Cadastro Nacional de Nascimento de seus filhos. Do contrário, continuarão a receber o BOLSA FAMÍLIA I (antigo Bolsa Família).







2 comentários:

  1. Olá Dênia estou aqui para lembrá-la que vc deve fazer sim um face book para vc e principalmente um twitter
    Meu face book é Kyra kevalinnii Me add assim que vc fizer o seu ! Grande beijo ! Saudades !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kyra, meu conhecimento de informática é limitado, preciso de ajuda. Vou fazer assim que puder. Tenho outras prioridades como moradia. Vivo de "bicos". Situação realmente difícil, mas não desisto de minha LUTA! Beijos

      Excluir